Instituição de resgate mnemônico da história municipal de Esperança, Parahyba

Pesquisar este blog

sábado, 23 de maio de 2015

Os rendimentos da feira de Esperança eram melhor do que o da vila, mesmo sendo termo d’Alagoa Nova. Os impostos anuais da feira corriam na ordem de quinze contos e cinqüenta e dois mil reis (15:552$000). Estes dados serviram para documentar as suas possibilidades econômicas que deram ensejo à elevação de categoria municipal, decretada pelos poderes legislativo e executivo em 1925.

Rau Ferreira

Leia também: